terça-feira, 2 de junho de 2015

Eu sou demais

Sim!!!! É isso mesmo que você leu!! Eu sou DEMAIS!!!!!! Eu vou explicar o porque!!!

Eu ouço isso a minha vida inteira. Quando era mais nova ( pequena eu ainda sou!!! hahaha ), eu era pimentinha demais, quando era adolescente era rebelde e respondona demais, agora sou demais em muitas coisas: chata demais, falo demais, reclamo demais, penso demais, escolho demais, rio demais, falo alto demais, tenho a personalidade forte demais, e eu poderia falar de quantas coisas eu sou demais, mas seria DEMAIS, isso já basta!!

Um deles que me deixa com um misto de sentimentos tipo sarcasmo, raiva, e vontade de rir, é o "você é boa demais", não importa de quem venha, raramente vem sozinho, sem uma frase pra acompanhar, ou como um real elogio. Se estou numa entrevista de trabalho sempre vem com uma frase do tipo: "mas seu perfil não se encaixa na vaga", ou "mas vamos fazer outras entrevistas e te ligamos pra dizer a nossa decisão".

Ou quando essa frase vem de um rapaz, essa é a frase que faz com que qualquer mulher vá a loucura,  eis alguns exemplos: "você é boa demais, mas eu não quero um relacionamento sério no momento", "você é boa demais, mas não é a pessoa certa pra mim", "você é boa demais, mas eu não sou um cara tão bom assim pra te merecer"......e assim por diante.

E, nestes últimos dias, eu tive alguns dias que eu não me sentia em NADA demais, estava me sentindo triste. Eu sei que você deve estar pensado que isso não se parece comigo, e sabe que eu não tenho nada de dramática, só quando eu quero fazer um charme, eu sempre estou rindo, falando alto e rápido, tenho uma resposta pra quase tudo que me falam, mas eu estava estranha, um "awkward moment" da minha vida.

Eu estava chorando por tudo, chorei cortando o frango que eu faria de almoço, chorei assistindo vídeo de um pai brincando com o filho, chorei ao ler a carta da minha irmã, chorei ao ouvir o áudio das minhas sobrinhas, quase chorei esperando o ônibus, porque achei que minha amiga não tinha me esperado. Eu estava uma lástima.

E, para curar todo esse drama da minha vida, eu procurei, ver, ler, ouvir, e fazer coisas que me deixariam alegre, e feliz comigo mesma de novo. Cortei as músicas melosas por uns dias da minha vida, e me esforcei ao máximo pra que esse sentimento ir embora. E, confesso que depois de muita luta interior, o sentimento ruim finalmente foi diminuindo, e eu voltei a me sentir bem de novo.

Mas, durante esse processo, eu pude avaliar muitas coisas, e ver que sim! Eu sou boa demais!!!! Na igreja, como disse anteriormente sou SUD, crescemos aprendendo que somos filhos de Deus, na organização das Moças, nos lembramos e repetimos todos os domingos que "somos filha de Um Pai Celestial que nos ama, é nós O amamos (...)".

Lembramos e reforçamos nossa missão de sermos íntegras e virtuosas, de fazer boas escolhas e ser responsáveis por elas, de fazer boas obras, sem esquecer de nossa fé, da nossa natureza divina, o valor individual que temos, e sempre aumentando nosso conhecimento.

Entre algumas coisas que li, estava um discurso do elder Holland, "Como um Vaso Quebrado", em que ele cita uma frase do pres. Monson, onde ele fala do amor de Deus: “Esse amor nunca muda. (…) Está lá para vocês quando estiverem tristes ou felizes, desanimadas ou esperançosas. O amor de Deus está lá para vocês, quer sintam que o mereçam ou não. Ele está sempre lá, simples assim”

Isso me fez lembrar que sou amada demais, pelos meus pais e família aqui nesta Terra, por Um Pai Celeste infinitamente amoroso, pelo Seu Filho, que deu Sua vida como prova desse amor.  Nunca serei "demais", como algo ruim a vista de Deus, sempre será o melhor elogio que eu poderei receber.

Eu sou feliz demais por saber destas coisas, por saber quem eu sou, pelo conhecimento que tenho, por saber meu propósito aqui, e saber do meu potencial divino, que é grande demais. Sempre haverá alguém pra dizer que sou demais em alguma coisa, mas eu escolho o que é bom ou não pra mim. Então, se alguém um dia te disser que você é demais, veja o lado bom de ser demais, e acredite! Você é demais!!!

sábado, 4 de abril de 2015

O que eu já tenho feito......ops....

Estive lendo e pensando no que já escrevi, no que eu tenho a melhorar e vencer, na lista que tenho que fazer, e que não é tão fácil quanto parece. Sobre criar coragem para fazer o que é necessário. E o que eu realmente tenho feito de tudo isso.

Assustadoramente, percebi que tenho me prendido mais aos meus medos do que aos meus conselhos. Como já disse, é muito simples e fácil dar o conselho. MUDE. FAÇA. TENHA CORAGEM. ARRISQUE MAIS. VIVA UMA GRANDE AVENTURA. Mas nem sempre é fácil segui-los.

Eis algumas coisas que tem me ajudado. LER, leio tudo que posso, absorvo o que é bom, indico  que me faz bem. Leio não só livros, jornais e coisas sobre o mundo. Como já disse, sou membro de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, e acredito que a leitura diária dos livros da igreja, assim como ouvir as palavras de todos os profetas me ajudam. Para saber mais sobre a Igreja, não hesite em me perguntar.

FALAR Pode parecer incrível isso, ainda mais pra quem me conhece. Eu sei falar, e MUITO, e sem parar, mas sinto que depois de alguns acontecimentos em minha vida, eu aprendi a ouvir mais e falar menos dos meus medos e problemas. Mas, guardá-los pode me privar de receber ajuda na solução.

OUVIR. Depois de falar sempre - S.E.M.P.R.E. - OUÇA!!! Os conselhos, as dicas, as histórias, tudo que você vai ouvir pode te ajudar no momento ou no futuro. As vezes o simples fato de ouvir alguém falar de seus problemas pode te ajudar a solucionar ou diminuir os seus, temos a insistente mania de autocomiseração. Pare já!!!!

RIR. A vida é tão linda, e passa tão rápido pra não ser realmente aproveitada. Ria de piadas sem graça, elas são as melhores pra rir sem motivo, faça alguém rir, é a melhor sensação que pode ter, tanto pra quem faz, como pra quem recebe. É bom sentir que alguém se importa contigo, é bom saber que você fez a diferença para e em alguém.

PRATIQUE. Eu sei, a parte difícil!!! Faça mais do que ler, falar, ouvir e rir. Pratique tudo que aprende de bom, leia mais, compartilhe mais, converse mais, seja mais feliz. Esse era um segredo indecifrável pra mim, mas que tenho aprendido a cada dia. Eu posso ser fiz, independente da minha situação, eu me apeguei a alguns medos, ms não deixo que eles me impeçam de ser feliz.

E, por fim, ESCREVA, afina sempre tem alguém que esta disposto  ler. ;)

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Descobrindo coragem.....

Depois de um longo tempo sem escrever, porque estava sem computador, eu voltei. E hoje vou falar sobre algumas coisas que aprendi recentemente.

Tenho pensado muito nesses últimos dias sobre o que eu poderia escrever. E meus dias tem sido de novas descobertas e sensações de todos os tipos.

A cada dia descubro razões para estar sozinha, e em contra partida, tem crescido a vontade, razões e a necessidade de estar com alguém. Descobri também que é muito fácil falar e incentivar alguém a ter coragem, do que realmente ter essa qualidade admirável. Tenho descoberto coisas durante meus estudos, que eu não sei porque deixei passar das outras vezes que estudei.

Outra coisa, que eu descubro muitas vezes, é que a vida não é feita só das nossas vontades. E, como bem diz meu pai "quando um não quer, dois não brigam", sempre que eu e meus irmãos brigávamos ele falava isso, e diz até hoje na realidade, mas eu nunca prestava realmente atenção, porque estava brava demais, ou porque eu não tinha começado a briga. E hoje, com algumas experiência na vida, eu consegui entender um pouquinho mais da sabedoria do meu pai.

A descoberta, que também acontece muitas vezes pelo menos pra mim, é como algumas músicas parecem se encaixar perfeitamente a momentos e pessoas. É incrível, mas as vezes eu acho que minha vida é filmada, porque eu escuto a trilha sonora. Por exemplo, quando falo com a minha sobrinha de 2 anos, sempre toca uma música do "Frozen" ou a música do Darth Vader.

Descobri que também é preciso coragem para vencer o medo, coragem para sofrer, coragem para se arriscar, coragem para levantar de novo. É preciso coragem para todos os momentos de nossa vida, inclusive coragem para ser feliz.

E, nesse ponto você pode me perguntar "Camy, qual é a novidade nisso tudo?! Todo mundo sabe disso!!!" Parece tudo muito simples!!

Mas se é tão simples assim, qual foi o seu último ato de coragem? De dizer não a alguém ou a uma situação? De largar algo que te faz infeliz? Ou dizer a alguém seu reais sentimentos? De viver uma grande aventura? Ou escrever para pessoas "invisíveis" sem saber se vai agradar? De cantar alto, rir com os amigos? De fazer uma rota diferente para ir, e para voltar? De fazer algo que é certo, só porque é certo?

Quando foi a última vez que seguiu seus próprios conselhos, e criou coragem para fazer o que parece impossível, e descobriu uma força que nunca pensou ter? Quantas vezes precisamos nos redescobrir para sabermos quem somos e o que podemos fazer? Quanto tempo vamos esperar para ter coragem?

"I'll spread my wings and I'll learn how to fly
I'll do what it takes, till I touch the sky
Make a wish, take a chance
Make a change and breakaway"

                                                      Breakaway - Kelly Clarkson

Tenha a coragem de se arriscar quando valer a pena, você irá descobrir coisas sobre você e o mundo, que nunca havia imaginado. Inclusive o tamanho de sua coragem.
Ps: se você soubesse o quanto isso vale pra mim.....preciso praticar!!!! ;)


domingo, 25 de janeiro de 2015

A lista de Schin........não, espera, o que?!

Passou uma semana desde que escrevi aqui, para ajudar a colocar os pensamentos em alguma ordem, e muita coisa aconteceu!!!! A primeira, e confesso que não a mais legal, eu voltei pra minha casa ( sim, sou mocinha crescida, não moro mais com meus pais!! )

E voltar, está me dando uma nova perspectiva, um pouco de frio na barriga, maaaas muito mais nervosa do que pensei!!! Agora, vem o fato de que tenho que encarar a vida, e procurar um novo emprego, continuar a pagar as minhas contas ( ainda bem que são poucas ), dar o melhor de mim..........e fazer uma lista.

Eis um conselho que sempre ouvi dos líderes, faça uma lista de nomes de rapazes em perspectiva, e ore a respeito deles, depois de orar, alguns nomes vão sair, porque casaram, ou porque não correspondem  "lista", outros nomes podem ser acrescentados, e com um pouco de atitude, de ambos os lados eu diria, um nome irá prevalecer. Estabeleça também uma data.

Realmente, eu nunca parei pra fazer isso, mas fui desafiada pelo selador, dentro do templo a fazer tal lista, e junto a ela me vieram um milhão de pensamentos,sobre infinitos assuntos e possibilidades. E, porque estou contando tudo isso?! Porque fazer esta lista será UMA das minhas grandes aventuras.

Assim como escrever todas aquelas coisas sobre mim, do que tenho que melhorar / superar / alcançar, tudo não passará de belas palavras, que foram colocadas juntas para forma um texto agradável, se eu não exercer fé e ação. Além de que entra perfeitamente na parte de perder o medo!!!

Agora, se você leu isso esperando alguns nomes ou atitudes a serem tomadas, tenho 3 palavras a lhe dizer: EU SINTO MUITO!!!!!!! Dada a minha "extrema" generosidade, e porque eu amo contar coisas que me fazem feliz, lhe proponho o seguinte: posso te contar algumas coisas legais que acontecerão no meio do caminho, e no final, quando tudo for certeza, lhe envio um convite!!!!

Eu tenho aprendido a cada dia, que precisamos estabelecer o que desejamos do futuro, desde fazer uma lista de compras do supermercado pra não gastar demais, a fazer uma lista das bençãos que desejamos. Mas listas são apenas pequenos lembretes do que devemos fazer, e não a ação em si. Estamos aqui para fazer a ação, e não somente recebê-la.

Escrever essas coisas tem me feito lembrar de quem eu sou, o que eu quero, e me questionar porque ainda não fiz o necessário para conseguir o que ainda não tenho. Não é culpa de ninguém se algumas coisas ainda não estão como eu gostaria, e outras vão requerer mais fé, diligência e paciência.

Certa vez, conversando com uma amiga, ela me falou de algumas dificuldades que estava enfrentando, e eu perguntei o que ela estava fazendo para mudar o quadro que ela estava, ela disse que não sabia bem o que fazer, e então eu falei pra ela que se nós só falamos dos problemas, mas não fazemos nada para mudá-los, tudo se transforma em simples reclamação!! ( eu sei, momento raro de inspiração )

Então, sem reclamar desta vez, vamos dar o primeiro passo a mais uma aventura, e como algumas outras em minha vida, começará com uma lista.

domingo, 18 de janeiro de 2015

Minha grande aventura.

Como já disse uma vez, não sou a melhor com palavras, ou escrevendo, e definitivamente não sou boa em expressar meus sentimentos. Mas, novo ano, vida nova ( mais ou menos né ), e esse ano vou viver uma grande aventura, só não sei ainda como ela será.
Então, vamos aos fatos: acabei de completar 26 anos. Estou solteira,e nunca havia imaginado isso na minha vida!!! (tinha o sonho de menina que vai casar cedo e ter muitos filhos, mas a realidade é diferente ) Minha mãe esta fazendo tratamento de câncer de mama. Fiz uma missão, de nove meses, maravilhosa. Sou apaixonada por minhas sobrinhas. Estou desempregada. Tenho mania de sofrer por causa do "coração".
Apesar de sempre ter o sonho de casar cedo, sempre fui muito tímida na hora de conhecer alguém, e acredite como amiga eu estou longe de ser tímida, falar baixo, ou ser reservada. Mas como nem tudo na vida é perfeito, eu tenho este problema, já vi oportunidades, que pareciam ser as corretas, irem embora enquanto eu sofria calada. E, ainda sofro com isso, porque todos os dias eu olho meu computador e vejo que estou perdendo mais uma oportunidade. Minha grande aventura aqui: VENCER O MEDO!!!!! Medo de falar com alguém e gostar dele, e o pior medo, deixar que ele goste de mim também!!!
Ter 26 anos, esta sendo bem normal!!!!! hahahahaha!!! Mas, eu tenho sentido o peso da desobediência aos meus pais, e conselhos dos meus líderes, não fiz faculdade, até agora, nem nenhum curso profissionalizante, e com um mercado de trabalho cada vez mais exigente, não adianta só ser legal e falar bem, tem que ter o algo a mais. Minha grande aventura aqui: TER UM DIPLOMA!!! Um dos motivos de não ter feito nada, é que o sonho de casar e ser mãe sempre foi maior, então usava como desculpa pensando "não, este ano vai ser diferente!!", e olha onde eu estou...... Aqui entra a aventura de encontrar um emprego, e acredite, eu não fiquei desesperada quando fui mandada embora, porque me deu a oportunidade de estar com a minha mãe, e ajudá-la agora no início do tratamento do câncer.
O fantasma do câncer....confesso que quando você ouve essa palavra, tudo ganha um novo sentido, uma nova definição, e que você nunca mais será a mesma pessoa de antes. Sou muito grata a todas as pessoas que tem orado por minha mãe e minha família, ao Pai Celestial por ouvir tais orações, e nos abençoar. O sentimento unanime de casa é PAZ, acho que nunca senti tanta paz sobre um assunto quanto agora. Não que a paz seja relativa a cura total, ou de que (ainda é difícil escrever sobre isso ) a morte virá, mas a paz de que tudo ficará bem no final, não importa o resultado, a paz que acompanha a fé. Qual minha grande aventura aqui?! APRENDER AO MÁXIMO COM O CÂNCER!!!!! Não só aprender pra mim, mas também para as pessoas que eu puder ajudar. Eu vejo a força que minha mãe tem pra superar mais esta fase da vida e acredite: não é um fardo impossível de se carregar.
A missão, foi uma das melhores decisões da minha vida, na época que decidi ser missionária, eu estava perdidamente apaixonada por um rapaz, e foi a partir dai que meu coração começou a mania de sofrer. E, como todas as minhas histórias tem um MAS, eu sentia que deveria ir pra missão, e não me arrependi, ou não me arrependo. Tudo que aprendi nesse tempo, as pessoas que conhecei, com quem servi, e que eu servi, todas estão guardadas em meu coração. Eu aprendi mais sobre o amor de Cristo. Minha grande aventura aqui: CONTINUAR A APRENDER E SERVIR. Temos mais responsabilidades depois da missão, mas não devemos diminuir nossa dedicação ao Senhor, e isso as vezes se torna um grande problema.
Posso não ter meus filhos, MAS tenho os filhos de minhas amigas, e em especial as filhas da minha melhor amiga: a minha irmã!!!! E, como é bom ser tia, ver as crianças aprendendo, e como elas são espertas, nos dá um desejo insaciável de ser melhor a cada dia, para que aquela criança te olhe e pense que um dia quer ser como você!!! Eu sou uma fã fanática e apaixonada do meu pai, isso sempre foi muito claro, e vejo quantas coisas nele maravilhosas que eu quero em mim e pra mim. E ter as minhas sobrinhas me fez ver, que eu preciso me preparar ainda mais para um dia ser assim. Minha grande aventura aqui: SER MELHOR TIA, FILHA, IRMÃ, FUTURA ESPOSA E MÃE. Isso requer auto disciplina, vencer o homem natural, ter fé, e muito mais. Dá para escrever o resto da vida sobre isso.
E por fim, o coração sofredor, durante minha missão, o rapaz por quem eu me apaixonei se casou, e hoje esta muito feliz com sua esposa. Eles tem problema de infertilidade, e ao invés de sofrer por isso, estão super animados para adoção. Minha grande aventura aqui: PARAR DE SOFRER E SER EGOÍSTA!!!! Imagina como eu me senti ao ver a força deles em superar esse problema, que para muitos poderia ser o fim?! Como eu posso sofrer por não ter alguém, se eu não me arrependo das escolhas que fiz?! Eu me senti muito mesquinha quando vi a força e fé deles. Foi um sentimento tão egoísta, que eu me privei de bons rapazes que conheci nesse período, e ao vê-los hoje, eu me arrependo de ter dado mais atenção ao meu sofrimento, do que a oportunidade de ser feliz.
Esse ano, será dedicado a grandes aventuras, a ser mais feliz, e aprender a ser feliz. Eu não tenho nenhum motivo pra escrever sobre essas coisas, e acredite que estou escrevendo mais pra ser um lembrete a mim, do que pra qualquer pessoa que possa ler isso um dia. Eu não tenho uma super mensagem pra inspirar alguém, ou ajudar a superar problemas, eu tenho que lidar com os meus e não é fácil. Só quero encontrar uma forma de viver essas grandes aventuras, e as melhores aventuras sempre são quando estamos acompanhados.
E, sinceramente, eu escrevo uma vez por ano praticamente, MAS essa também será uma grande aventura. Escrever aqui, quase todos os dias.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Qual é a música?!

Sempre achei que a música tem um poder muito forte em nossa vida.
Uma música te deixa alegre e feliz, outra te faz chorar, algumas músicas marcam épocas, e momentos especias, algumas viram temas da vida, enquanto outras existem só para te atormentar.
Elas trazem as mais diversas lembranças: um amigo, um alguém especial, um lugar, um dia, uma hora, 5 minutos numa tarde ensolarada, um filme, uma novela, uma atividade, um baile, a família, entre infinitos momentos pelos quais você passa pela sua vida.
Eu vou compartilhar alguns momentos através da música.

1º minha infância em Curitiba. 4 Non Blondes- What's Up?
"And I sing hey-yeah-yea-eah, eah hey yea yea
I said hey! what's goin' on?
And I sing hey-yeah-yea-eah, eah hey yea yea
I said hey! what's going on?"

2º Logo que nos mudamos para o interior de São Paulo.Raça Negra- É Tarde Demais!
"Você jogou fora
O amor que eu te dei
O sonho que sonhei
Isso não se faz
Você jogou fora
A minha ilusão
A louca paixão
É tarde demais...Que pena!Que pena amor!..."
3º Minha aventura em Curitiba aos 20 anos. Evanescence- Good Enough.
" So take care what you ask of me,
Cause I can't say no."

Em todos os momentos a música está em nossa vida, elas influenciam o nosso modo de agir e de pensar. Qual é a música que você tem cantado?! A música ela tem um grande poder, mas use esse poder para ser cada vez melhor!!! Ah, a música de agora?! Na realidade é só um pedacinho de uma música, eu gostei só desse pedacinho, Avril Lavigne- Smile
"And that's why I smile
It's been a while
Since everyday and everything has felt this right
And now
You turn it all around
And suddenly
You're all I need, the reason, why
I smile."

Sorria, você pode ser a razão de alguém sorrir!!! Agora com licença, vou cantar um pouquinho!!!


sexta-feira, 22 de julho de 2011

Tentativas

Eu nunca me achei muito boa para escrever, ou tentar ajudar alguém com palavras. As vezes sou rude e digo a verdade que eu penso, sem parar para pensar se é bom para os outros.
Eu não sei se algum dia alguém vai querer ler essas palavras loucas de uma pessoa que passa por altos e baixos, não sei se um dia eu mesma poderei entender tudo o que eu digo. Mas poder desabafar mesmo que seja para o vazio ajuda.
Tenho muitas coisas para fazer, e muitas tentativas que as vezes saem certas, as vezes machucam, e as vezes elas simplesmente me realizam!!!